A missão fundamental do N.R.P. "SAGRES" tem consistido em possibilitar um amplo e profundo contacto com a vida do mar às sucessivas gerações de oficiais da Armada, através das viagens de instrução nele efectuadas.

    Para além das viagens de instrução, o N.R.P. "Sagres" tem igualmente como sua missão principal a representação da Marinha e do País, visitando com frequência portos estrangeiros, surgindo essas deslocações quer na sequência das viagens de instrução já anteriormente referidas; de comemorações de grande envergadura; e de apoio directo à acção diplomática dos órgãos de soberania , aquando das visitas oficiais de altas entidades do Estado.

    De qualquer modo, a presença naval em portos estrangeiros assume sempre um carácter de representação, ainda que não oficial, do País. E a experiência da Marinha através do N.R.P. "Sagres" neste tipo de missões tem contribuído decisivamente para um sucesso contínuo e desejado.

    Em colaboração programada com o Ministério dos Negócios Estrangeiros e com o apoio das representações diplomáticas locais, assim como das autoridades navais dos portos escalados, são organizadas visitas de cumprimentos, recepções a bordo e em terra, e muitas outras actividades. O navio abre igualmente a visitas ao público em todos os portos escalados, e são distribuídos folhetos relativos à história e às características do Navio.

    Por outro lado, existe sempre a preocupação de escolher escalas nos portos onde existem comunidades portuguesas. A prática tem, de resto, evidenciado a justeza desta opção pelo orgulho e sentimento patriótico demonstrados pelas comunidades portuguesas em todo o mundo.

    Só razões de ordem financeira têm impedido a satisfação de muitos dos inúmeros convites para que a Marinha e Portugal se façam representar pelo N.R.P. "Sagres" em importantes comemorações nos cinco continentes.